Técnicas em Terapia Cognitivo-Comportamental com Crianças e Adolescentes: uma Perspectiva de Intervenções Individuais e em Grupos

Técnicas em Terapia Cognitivo-Comportamental com Crianças e Adolescentes: uma Perspectiva de Intervenções Individuais e em Grupos

  • Editora: Sinopsys
  • Disponibilidade: Em estoque
  • R$269,00

Autoras: Manuela Ramos Caldas Lins e Carmem Beatriz Neufeld


Sinopse:

O livro Técnicas em terapia cognitivo-comportamental com crianças e adolescentes: uma perspectiva de intervenções individuais e em grupos reúne mais de 350 técnicas em TCC para atendimento de crianças e adolescentes, tanto no contexto individual quanto em grupos. As técnicas são apresentadas de forma detalhada, passo a passo, com linguagem acessível, permitindo uma fácil compreensão e aplicação por parte do leitor. 

É cada vez mais reconhecido que, tal como acontece com os adultos, crianças e adolescentes também se sentem confusas ao tentar definir seus sentimentos e pensamentos, assim como podem experimentar sintomas fisiológicos desagradáveis, que acarretam prejuízos à saúde mental. Crianças, adolescentes e adultos, portanto, precisam de acompanhamento psicoterápico para desenvolver habilidades que lhes permitam lidar de forma funcional com as dificuldades enfrenta em seu dia a dia.

A terapia cognitivo-comportamental (TCC) se apresenta como uma forma de tratamento focada no problema e dirigida à ação, utilizada para tratar dificuldades específicas por meio de uma conceitualização cognitiva individualizada em sessões estruturadas e colaborativas. A abordagem baseia-se em evidências de que distorções de pensamento e comportamentos mal-adaptativos desempenham um papel no desenvolvimento e na manutenção dos transtornos psicológicos, e que os sintomas e o sofrimento associado podem ser reduzidos pelo ensino de novas habilidades de processamento de informações e mecanismos de enfrentamento.

Independentemente da demanda, nas primeiras sessões o terapeuta deve realizar uma avaliação psicológica válida e adequada para que haja uma boa conceitualização de caso e o planejamento do tratamento. O terapeuta deve realizar essa avaliação e identificação do objetivo de terapia do paciente, mediante a construção de um vínculo terapêutico empático e colaborativo. A TCC trabalha com o pressuposto de que o processo terapêutico irá se desenvolver quando existir um equilíbrio colaborativo entre terapeuta e cliente, de modo que se percebam como uma equipe de trabalho. Crianças e adolescentes, inclusive, irão se sentir valorizados ao perceberem que podem construir ativamente, tendo oportunidades para aperfeiçoar suas habilidades e competências. Além disso, percebem-se como responsáveis pelas mudanças que serão implementadas e não as atribuem a fatores externos (terapeuta, ambiente, etc).

A obra contém mais de 200 páginas de atividades para download escritas por renomados autores brasileiros, com contribuições de profissionais de outros países, como Estados Unidos e Portugal. As mesmas são condizentes com a realidade brasileira, podendo ser usadas tanto na prática clínica, em escolas e em instituições por profissionais que se encontram no cotidiano da aplicação da psicologia, quanto em sala de aula, por professores no contexto da graduação e da pós-graduação em TCC.


SUMÁRIO

PARTE I - O engajamento na terapia cognitivo-comportamental com crianças e adolescentes

Capítulo 1. O engajamento na terapia cognitivo-comportamental com crianças e adolescentes.
Capítulo 2. Técnicas para explicar o processo psicoterapêutico.
Capítulo 3. Técnicas para estabelecer o vínculo terapêutico.
Capítulo 4. Técnicas para motivação e preparação para mudança.
Capítulo 5. Técnicas para trabalhar a interação entre pais e filhos.

PARTE II - Técnicas de avaliação e intervenção para dificuldades escolares

Capítulo 6. Técnicas de avaliação e intervenção para dificuldades escolares.
Capítulo 7. Técnicas de reabilitação em leitura.
Capítulo 8. Técnicas de reabilitação em escrita.
Capítulo 9. Técnicas de intervenção psicopedagógicas para a matemática.

PARTE III - Avaliação neuropsicológica: perspectivas e desafios atuais

Capítulo 10. Avaliação neuropsicológica: perspectivas e desafios atuais.
Capítulo 11. Técnicas para trabalhar déficits na inteligência.
Capítulo 12. Intervenções cognitivo-comportamentais para problemas relacionados à memória.
Capítulo 13. Técnicas para trabalhar problemas de atenção.
Capítulo 14. Estratégias para estimulação do controle do tempo em crianças e adolescentes.

PARTE IV - Reconhecimento e expressão das emoções

Capítulo 15. Reconhecimento e expressão das emoções.
Capítulo 16. Reconhecendo as emoções básicas e as emoções secundárias.
Capítulo 17. Técnicas para identificar emoções no corpo.
Capítulo 18. Técnicas para identificar emoções em outras pessoas.

PARTE V - Regulação das emoções

Capítulo 19. Regulação das emoções.
Capítulo 20. Técnicas para manejo da raiva.
Capítulo 21. Técnicas para manejo da tristeza.
Capítulo 22. Técnicas para manejo do medo.
Capítulo 23. Técnicas para manejo do nojo.
Capítulo 24. A terapia racional-emotiva comportamental e o manejo das emoções.
Capítulo 25. Técnicas para manejo da ansiedade.
Capítulo 26. Técnicas para manejo da impulsividade.
Capítulo 27. Técnicas para manejo da frustração.

PARTE VI - Reestruturação cognitiva: conhecendo e intervindo no pensamento

Capítulo 28. Reestruturação cognitiva: conhecendo e intervindo no pensamento.
Capítulo 29. Técnicas para explicar os pensamentos que ajudam e os que não ajudam.
Capítulo 30. Identificando pensamentos automáticos em crianças.
Capítulo 31. Registro de pensamentos.
Capítulo 32. Técnicas para identificar erros cognitivos.
Capítulo 33. Técnicas de reestruturação cognitiva na infância e na adolescência.
Capítulo 34. Técnicas para identificação e intervenção de esquemas.
Capítulo 35. O trabalho com os modos na terapia do esquema com crianças e adolescentes.
Capítulo 36. Técnicas para lidar com preocupações e ruminações.

PARTE VII - Técnicas comportamentais e a mudança do comportamento

Capítulo 37. Técnicas comportamentais e a mudança do comportamento.
Capítulo 38. Experimentos comportamentais.
Capítulo 39. Economia de fichas.
Capítulo 40. O uso do time-out como uma estratégia de intervenção com crianças.
Capítulo 41. Técnicas de relaxamento.
Capítulo 42. Técnicas de respiração.
Capítulo 43. Técnicas para trabalhar o perfeccionismo.
Capítulo 44. Técnicas para lidar com comportamentos opositivos e desafiantes.
Capítulo 45. Técnicas para lidar com o comportamento autolesivo.
Capítulo 46. Técnicas para manejar comportamentos suicidas.
Capítulo 47. Técnicas da terapia comportamental dialética adaptadas para crianças e adolescentes com comportamentos suicidas e automutilações.
Capítulo 48. Técnicas para lidar com emergências psiquiátricas.
Capítulo 49. Técnicas de intervenção no comportamento alimentar.
Capítulo 50. Psicoeducação sexual.

PARTE VIII - Habilidades para a vida e habilidades sociais

Capítulo 51. Habilidades para a vida e habilidades sociais.
Capítulo 52. Técnicas para o desenvolvimento de empatia.
Capítulo 53. Técnicas de assertividade e de comunicação eficaz.
Capítulo 54. Técnicas para relacionamentos interpessoais.
Capítulo 55. Técnicas de tomada de decisão.
Capítulo 56. Técnica de resolução de problemas.
Capítulo 57. Desenvolvimento do pensamento criativo.
Capítulo 58. Desenvolvimento do pensamento crítico.
Capítulo 59. Técnicas de manejo de emoções e sentimentos.
Capítulo 60. Técnicas de manejo de estresse.

PARTE IX - Autoconhecimento

Capítulo 61. Autoconhecimento.
Capítulo 62. Técnicas para o autoconhecimento.
Capítulo 63. Técnicas para desenvolver a identidade pessoal.
Capítulo 64. Técnicas para desenvolver a bondade: motivar, reconhecer e praticar.
Capítulo 65. Técnicas para desenvolver a gratidão.
Capítulo 66. Identificando características positivas.
Capítulo 67. Desenvolvendo potencialidades.
Capítulo 68. Técnicas para intervenção em traços de personalidade.
Capítulo 69. Desenvolvendo tolerância às diferenças.
Capítulo 70. Técnicas para o manejo do luto em crianças e adolescentes.

PARTE X - Aceitação: a alternativa ao controle

Capítulo 71. Aceitação: a alternativa ao controle.
Capítulo 72. Técnicas de aceitação.
Capítulo 73. Promovendo a autoaceitação.
Capítulo 74. Técnicas para desenvolver compaixão.
Capítulo 75. Técnicas para desenvolver mindfulness.

PARTE XI - Encerramento do processo terapêutico

Capítulo 76. Encerramento do processo terapêutico.
Capítulo 77. Métodos e técnicas para desenvolver competências, autonomia e protagonismo social em crianças e adolescentes.
Capítulo 78. Técnicas de avaliação final da terapia e de reconhecimento da mudança.
Capítulo 79. Estratégias cognitivo-comportamentais para a prevenção de recaídas.
Capítulo 80. Técnicas para o encerramento do processo terapêutico.

DIFERENCIAIS DA OBRA

Além de abrangente, a maior parte das técnicas é de autoria de experientes profissionais brasileiros, organizadas e sistematizadas especialmente para o contexto atual de atendimento de crianças, adolescentes, pais e responsáveis. Apresenta detalhadamente mais de 350 técnicas e inclui: modalidade, público-alvo, materiais necessários, instruções de aplicação, sugestões de variações e materiais extras. O livro conta ainda com mais de 100 anexos - como formulários, questionários, modelos de tarefas e materiais para uso clínico - totalizando mais de 200 páginas para download.

PÚBLICO-ALVO

Estudantes de psicologia, psicólogos e profissionais que atuam com crianças e adolescentes, como professores, pedagogos, fonoaudiólogos e profissionais da área da saúde.

Etiquetas: TCC, Crianças, Adolescentes