Critérios para Escolhas Profissionais - Bloco Realidade Prof. vol.3

Critérios para Escolhas Profissionais - Bloco Realidade Prof. vol.3

  • Editora: Vetor
  • Disponibilidade: Em estoque
  • R$30,00

Autora: Kathia Maria Costa Neiva

 

Área de Avaliação: Psicopedagógica – Interesses

 

A primeira versão deste jogo, publicada em 2003 e reeditada em 2008, foi denominada Critérios para a Escolha Profissional  e tinha como foco os jovens e a facilitação da primeira escolha. A experiência com este instrumento constatou a possibilidade de ampliação de sua utilização para a população adulta, visando facilitar escolhas profissionais processadas em diferentes momentos da vida. Com isso, o jogo teve, na sua terceira e atual edição, seu título ligeiramente modificado, passando a denominar-se Critérios para Escolhas Profissionais; 

Houve também uma atualização e ampliação das atividades e profissões; 

Nesta nova versão, a aplicação coletiva é feita mediante entrega de uma folha denominada “Critérios para escolhas profissionais” para cada participante, não sendo mais necessário a aquisição dos cartazes para aplicação coletiva.

 

Finalidade: O jogo tem como objetivo facilitar as escolhas profissionais de jovens ou adultos, promovendo o desenvolvimento da identidade vocacional-ocupacionale treinando a capacidade de decisão autônoma. O jogo permite ampliar o autoconhecimento, refletir sobre as expectativas com relação ao futuro profissional, definir critérios para as escolhas profissionais, identificar profissões ou ocupações relacionadas aos critérios, realizar uma pesquisa orientada sobre a realidade profissional e avaliar criteriosamente as profissões ou ocupações identificadas e pesquisadas.

 

População: O Jogo pode ser utilizado com jovens ou adultos, em diferentes momentos ou situações da carreira profissional, tais como: 

• adolescentes em fase de primeira escolha profissional;

• jovens adultos em reorientação profissional;

• formandos universitários ao escolher a área de trabalho e/ou os projetos pós-universitários;

• adultos em transição (de emprego, cargo...) ou redirecionamento profissional;

• indivíduos que pretendem desenvolver uma nova atividade profissional pós-aposentadoria;

• indivíduos em reinserção profissional (devido a alguma incapacitação que os impede de retornar à mesma atividade profissional).

 

Forma de Aplicação e tempo de aplicação: O jogo pode ser aplicado individualmente, em pequenos grupos ou em grupos grandes (ex: turmas escolares). A aplicação é feita em três etapas:

(1) Definição de critérios para escolhas profissionais e identificação de profissões/ ocupações

Esta etapa dura entre 40 e 60 minutos. Em grupo, a duração pode estender-se um pouco mais, dependendo do número de participantes e do tempo despendido na discussão.

 

(2) Pesquisa da realidade profissional

Esta etapa é realizada como tarefa de casa, entre duas sessões. Em função do número de profissões ou ocupações a serem pesquisadas o orientando pode necessitar de mais tempo para a realização completa da tarefa. Deve-se prever uma sessão para discutir as pesquisas e se necessário, completá-las. Alguns orientandos trazem a tarefa incompleta e é necessário usar uma sessão para finalizar, junto com ele, a pesquisa.

 

(3) Avaliação das profissões/ocupações

Esta etapa dura entre 30 e 50 minutos, dependendo do número de profissões/ocupações a serem avaliadas e comparadas. No caso de aplicação grupal a duração das etapas de discussão pode ser maior. Para esta etapa entregar a folha de registro: “Avaliação das Profissões/Ocupações”.

 

Material:

- 1 Bloco “Realidade Profissional” - vol. 3 (25 folhas)

 

Tema
Características Interesses

Etiquetas: Orientação profissional